segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Incondicionalidade

Não tenho um coração de ferro, nem tenho mais o meu, pois ele está nas mãos daquela que amo, porém mesmo que ela o castigue ou o perfure com a mais mortal das lanças que ela possa vir a encontrar, eu, enquanto a amar, tornarei a fazê-lo voltar a bater por ela, mais forte e mais intensamente do que antes, porque o meu coração, desde que passou a ser dela e a estar com ela, tornou-se uma verdadeira fênix, por isso, apesar de sangrar e de poder ser destroçado ele também pode se refazer e voltar imune ao mal que lhe foi feito e ainda mais cheio de amor!

Um comentário:

  1. Quem ama se doa.
    Jefhcardoso do
    http://jefhcardoso.blogspot.com.br

    ResponderExcluir